Envie agora seu recado!

200
caracter(es) restante(s)

Notícias

PDT de Santo Antônio das Missões realizou convenção municipal no sábado

Duas chapas disputaram a eleição do Diretório Municipal do Partido Democrático Trabalhista, escolha dos membros da executiva acontece nesta quinta-feira, divulgação deve acontecer em instantes

18 de maio de 2017 às 16:15
PDT de Santo Antônio das Missões realizou convenção municipal no sábado
Convenção foi realizada no sábado na Câmara de Vereadores (Foto: Reprodução/facebook)

 No sábado (13) aconteceu a convenção partidária do PDT, os filiados escolheram os membros do diretório municipal em reunião no plenário da Câmara de Vereadores de Santo Antônio das Missões. Haviam dois nomes concorrendo e Renato Barros foi o vencedor.

 
A convenção ficou marcada também pela divergência, pois os membros da chapa 02, que representavam a oposição, procuraram a imprensa na sexta-feira, um dia antes da votação para denunciar supostas irregularidades na composição da chapa 01, segundo Andreia Martins, filiada ao PDT e cotada para assumir o cargo de secretária na composição da executiva caso a oposição ganhasse, haviam casos de filiados componentes da chapa 01 que não estavam em situação regular, portanto impedidos de votar e receber votos.
 
Outra afirmação de Andreia é que a comissão eleitoral formada por membros das duas chapas e que seria responsável pela organização e avaliação da documentação para a convenção teria sido destituída sem motivo, segundo ela havia uma reunião da comissão marcada para a manhã da véspera da convenção, e que ao chegarem no local receberam o comunicado que a comissão não mais se reuniria.
 
O número de 108 membros do Diretório e o percentual 30% reservado as mulheres previstos no regimento interno do PDT também não estavam sendo obedecidos segundo argumento dos membros da oposição.
 
Mesmo com alguns pontos divergentes a eleição aconteceu no sábado e a chapa 01 que apresentou Renato da Costa Barros como presidente foi escolhida com 126 votos, a chapa 02 em que o presidente era Cleni Jacques Barcelos recebeu 42 votos.
 
Com o prazo de 05 dias para ser definida composição da diretoria, o PDT tenta até esta quinta-feira as 17 horas incluir membros das duas chapas na composição da Executiva, segundo Valdir a intenção é proporcionar 25% das vagas tanto na Executiva, quanto nas comissões, diretório e suplência para os membros da chapa 02, respeitando a proporcionalidade de votos alcançados na convenção.
Ao final de seu mandato, Valdir falou a respeito das afirmações de irregularidades, disse que consultou a assessor jurídico do Diretório Estadual, para tomar a decisão de não realizar a reunião da Comissão Eleitoral, pois na sexta não havia mais o que deliberar a respeito de documentação ou qualquer outro assunto, pois a referida comissão já havia perdido o prazo de 48 horas após a apresentação das chapas para exercer qualquer intervenção ou advertência em relação aos nomes apresentados ou documentação, segundo Valdir restava a comissão apenas o trabalho de acompanhamento da votação que seria realizada no sábado.
 
Sobre a lista de filiados e a alegação de que alguns não estariam aptos a serem votados e exercer o direito a voto, Valdir afirmou que estão regulares todos os nomes que integram a Chapa vencedora, inclusive este fato se comprova com a lista oficial de filiados atualizada no dia da votação.
 
Complementou afirmando que mesmo que tenha havido uma disputa interna, em que algumas divergências possam ter sido verificadas, o momento agora é de união para o fortalecimento da sigla. – “As pessoas precisam entender que uma convenção não passa de uma disputa interna, e que passada a convenção o momento é de união em prol do nosso partido”, afirmou Valdir.
 
 
 

Por Rogerio de Santis Morais

Fonte: Grupo Fronteira Missões/ 89,1 Fm