Envie agora seu recado!

200
caracter(es) restante(s)

Notícias

Deputado Jeferson Fernandes toma posse da presidência da CCDH

Jeferson afirma que prioridade da CCDH será interligar Poderes para agilizar atendimento

14 de fevereiro de 2017 às 10:29
Deputado Jeferson Fernandes toma posse da presidência da CCDH
Segundo o parlamentar a comissão vai pautar questões delicadas, mas necessárias para formatar uma política de prevenção (Foto: Reprodução | Internet)

O deputado Jeferson Fernandes (PT) toma posse, nesta terça-feira,dia 14, como presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos (CCDH) da Assembleia Legislativa. É a segunda vez que o parlamentar assume a titularidade da comissão, a primeira vez foi nos anos de 2013 e 2014. Naquele período, o petista destacou-se pela criação das Caravanas da Cidadania, atividade que levava integrantes da Comissão ao interior gaúcho para debater a importância, ajudar a articular e organizar as redes municipais de proteção a crianças, adolescentes, mulheres, idosos, etc.

Para a próxima gestão, o deputado afirma estar estudando uma forma de interligar Poderes para agilizar o atendimento de vítimas de direitos humanos. O parlamentar afirma que o atual governo extinguiu as secretarias de Política para as Mulheres e a de Justiça e Direitos Humanos e, como consequência, hoje não existe política de prevenção, de empoderamento das mulheres e das demais pessoas que são historicamente vítimas de violência e agressão. "Devemos cobrar o papel do Estado, do Executivo e existem outras instituições que farão isso junto conosco. Porém nossa equipe e eu estamos pensando em algo inovador, do ponto de vista da informática, onde possamos agilizar os procedimentos em sintonia com o Ministério Público, Defensoria Pública, OAB, Judiciário, ONG s, Conselhos, entre outros" afirma Fernandes, que ainda está em fase de planejamento com a equipe técnica que integrará a comissão.

Além disso, o deputado Jeferson deve priorizar a atenção à medidas que contribuam para o melhoramento do sistema prisional, com vistas à redução da criminalidade; e à garantia de direitos fundamentais da população gaúcha, ameaçados pela supressão de políticas públicas e pelo corte de investimentos em saúde, educação, segurança, cultura, implementados em níveis federal e estadual. - "Estamos vivendo um momento de ataque, condenação dos principais direitos humanos aqui no Brasil e no mundo, então assumir a presidência desta comissão é um desafio enorme. Há uma criminalização, por exemplo, dos movimentos sociais, as pessoas estão sendo condenadas a não falarem mais dos seus direitos muito menos se manifestar nas ruas" revela Fernandes que irá trabalhar para que o direito humano da livre manifestação permaneça valendo.

Segundo o parlamentar a comissão vai pautar questões delicadas, mas necessárias para formatar uma política de prevenção. "São instrumentos que queremos usar, além de um comprometimento de todos e todas que lutam pelos direitos humanos para nós estarmos de braços dados para resistir a ataque que vem de Trump s e Bolsonaro s. Pois hoje parece que estes são os sujeitos que vão salvar a pátria quando na verdade é bem ao contrário e as pessoas só se dão conta o terror que é o discurso e a prática destes sujeito, quando sofrem no dia a dia uma agressão de direito humano" finalizou Fernandes. Ao mesmo tempo, ocorre a posse dos presidentes, vice-presidentes e integrantes das comissões permanentes da Assembleia Legislativa.

 

Fonte: Assembleia Legislativa do Estado do RS