Envie agora seu recado!

200
caracter(es) restante(s)

Notícias

Piquete dos Farrapos realiza Semana Farroupilha de forma diferente para a data não passar em branco
14 de setembro de 2020 às 15:21
Piquete dos Farrapos realiza Semana Farroupilha de forma diferente para a data não passar em branco
Arquivo RD

Participou do programa Conversa Aberta desta segunda-feira, dia 14, a patroa do Piquete dos Farrapos, Vera Lúcia Ferreira, e o patrão do Piquete Rastro Missioneiro, Zé Maria, falando sobre as atividades da Semana Farroupilha e acendimento da Chama Crioula.

Conforme Vera, este ano a entidade não terá como fazer a tradicional programação para comemorar a semana mais esperada do ano, com cavalgada, desfile e jantar baile, porém, ela ponderou que a data não pode passar em branco, por isso, decidiu-se pela realização do acendimento da chama e almoço na forma de pague e leve.

O patrão do Piquete Rastro Missioneiro, Zé Maria, explicou que o acendimento da Chama Crioula ocorrerá na quarta-feira, dia 16, às 16 horas no Cemitério Municipal, no túmulo do Nego Betão, será conduzida até o Piquete dos Farrapos a pé, apenas pelos integrantes de ambas as entidades.

O motivo da condução da chama ser a pé, é consequência das dificuldades financeiras, pois, os cavalarianos precisariam realizar o exame do mormo para participar, e isso se tornaria um custo elevado para os participantes, então decidiu-se fazer diferente este ano, a pé, mantendo a tradição da abertura dos festejos.

Já a programação da culinária, Vera explicou que será feito almoço na quarta, quinta, sexta, sábado e domingo, na forma de pague e leve, no valor de R$ 25,00 cada almoço que serve duas pessoas. O cardápio será diversificado, arroz carreteiro, feijão, ensopado de mandioca, cola gaita, galinhada, guisado de mandioca, massa frita, massa alho e óleo, massa com calabresa e bacon, galeto assado, maioneses, arroz branco, polenta e sobremesa.

Na tarde do dia 20, domingo, às 15 horas, terá o Drive Thru de café e bolo frito no valor de R$ 10,00, e às 18 horas, a extinção da chama.
Todas essas atividades serão realizadas, respeitando e seguindo as normas exigidas pelos órgãos de saúde, por isso, a patroa lembra que no momento que as pessoas forem retirar o almoço e o café, use a máscara, álcool gel e higienizem as mãos, após pegar a refeição e antes de degustar.

Para o acendimento da Chama Crioula, Zé Maria também relatou que será seguido todas as orientações de distanciamento e uso de máscara. As pessoas que desejarem acompanhar o deslocamento do fogo, poderão somente de carro.
 

Por Alcides Machado

Fonte: Rádio Fronteira Missões