Envie agora seu recado!

200
caracter(es) restante(s)

Notícias

“A prevenção começa pela boca” diz Adaianny Taborda explicando a importância da saúde bucal
31 de julho de 2020 às 08:53
“A prevenção começa pela boca” diz Adaianny Taborda explicando a importância da saúde bucal
(Foto: Reprodução | Facebook | Drª Adaianny Taborda - Clínica Hera)

A dentista, Adaianny Taborda, falou sobre saúde bucal em entrevista à Rádio Fronteira Missões nesta quinta-feira, dia 30. Inicialmente abordou a saúde bucal em tempo de pandemia, pois a boca é a principal via de contaminação e os cuidados com a boca estão relacionados ao bem-estar de cada um, por isso, é extremamente importante, fazer a higienização correta e as consultas periódicas ao dentista, porque assim, a pessoa irá se prevenir dos problemas bucais e também sistêmicos.

“A prevenção começa pela boca”, afirma a doutora e enfatiza que como estamos passando mais tempo em casa, a gente tende a comer mais, e as bactérias são causadas, exclusivamente, por doces, e isso pode gerar a placa bacteriana, ou seja, resíduos que ficam sobre os dentes e a partir daí, a bactéria vai se desenvolvendo nos dentes e se transforma em cárie que pode causar problemas maiores.

Ela abordou também a diferença entre o tártaro e a placa bacteriana, explicando que o tártaro é a placa bacteriana calcificada. A placa bacteriana ela se forma todos os dias, por exemplo, quando a gente dorme 8 horas ela se forma naturalmente, pelos resíduos de alimento, pela saliva e ao levantarmos e fazermos a higienização ocorre a remoção da placa bacteriana. Já a remoção do tártaro só é feita no consultório com uma limpeza.

Adaianny ressaltou que cada um pode perceber os sintomas caso esteja com um problema bucal, pois, os alimentos frios e quentes, provocam sensibilidade ou até dor, ou seja, ao consumir um alimento é perceptível se alguma região da boca está incomodando.

As doenças relacionadas a gengiva são a gengivite e a periodontite, elas estão ligadas diretamente com doenças sistêmicas, então fazer o uso da escovação, uso do fio dental, enxaguante bucal e ter aquela frequência em ir ao dentista, que são necessários, porque as doenças gengivais elas têm tratamento, dá para combatê-las e assim prevenir muitas bactérias.

Questionada sobre qual é o melhor creme dental, a doutora falou que experimenta o que está no mercado, e hoje em dia se adaptou com a marca Oral-B. Pontuou também a recomendação de escovação três vezes ao dia e não logo após a refeição, especialmente, quando se consome frutas mais ácidas como abacaxi, laranja ou bergamota ou ainda o café, e indicou esperar mais ou menos meia-hora após a refeição para fazer a escovação. Ainda detalhou que a melhor escova é a de cerdas macias e que a mesma deve ser trocada entre 3 ou 4 meses.

Gengiva sangrando ou gengiva avermelhada não é saudável, pode sim haver algum problema e com uma consulta ao dentista é possível avaliar e identificar, porém, para que cada pessoa identifique, a gengiva rosada é saudável.

A dentista ponderou que aquelas pessoas que não tem problemas bucais acentuados, visitem o dentista de seis em seis meses e quem apresenta problemas que tem que fazer um tratamento, siga as orientações do profissional. Enfatizou ainda que o aparelho dentário não é enfeite, quando se busca colocar aparelho, é preciso estar ciente que é tratamento, e isso exige uma frequência do paciente ao dentista para manutenção e limpeza mensal, sempre seguindo a orientação profissional, pois, nos casos de aparelho fixo, quem dá alta é o dentista. Cita que os dentes tem memória e se alguém usar um aparelho fixo por um tempo, retirá-lo, e não realizar o uso do aparelho móvel, os dentes podem voltar para o padrão anterior.

Quanto a saúde bucal das crianças, a profissional disse que o exemplo dos pais faz a diferença para que a criança crie o hábito de higienização bucal e consequentemente, haverá resultados positivos na saúde bucal como um todo. Disse ser importante que os pais mostrem para as crianças que a escovação é saudável, pois, caso contrário, é bem possível que ela vai achar que a escovação é uma agressão. Adaianny comentou também que os cremes dentais indicados para as crianças são com flúor, desde que seja com uma quantidade pequena, bem como que não á problemas usar os cremes dentais saborizados desde que contenham flúor. Ressaltou que a quantidade de creme dental não pode ser exagerada e que para crianças até dois anos, pode ser usado creme dental sem flúor.

Referente aos implantes detalhou que o tempo de duração varia de cinco a dez anos, após isso, é preciso reavaliar devido as mudanças corporais e o desgaste dos dentes, porque os dentes de resina de uma prótese não são iguais os nossos dentes, por isso tem validade. Falou que “prótese não pode machucar, precisa estar adequada”, e com o passar do tempo a fisionomia e musculatura podem sofrer mudanças, com isso, vem a validade.

Sobre o siso, a retirada é necessária para que não gere problemas no dente molar, principalmente, quando o siso está “deitado”, ou seja, em posições que atrapalhem os outros dentes.

Adaianny comentou que o clareamento varia de um paciente para outro, e nem todo paciente vai ficar com os dentes totalmente brancos, porque as pessoas que são mais claras ou brancas têm tendência de ter os dentes mais amarelados e as pessoas negras e pretas tem tendência a ter dentes mais brancos.

 

Por Jéssica Ourique

Fonte: Rádio 89,1 FM