Polí­tica
Em cerimônia fechada, Bolsonaro empossa novos ministros no Palácio do Planalto
06/04/2021 15:51
Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro empossou nesta terça-feira (06), no Palácio do Planalto, sete ministros em uma solenidade fechada para a imprensa e sem transmissão pelos canais oficiais do governo.

A cerimônia oficializou as seis mudanças no ministeriado ocorridas na semana passada e incluiu simbolicamente o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, já que o termo de posse dele foi assinado no dia 23 de março.

A solenidade também foi simbólica para o novo ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, e para André Mendonça, que deixou a Justiça e voltou para a AGU (Advocacia-Geral da União). Os dois já haviam sido empossados oficialmente no dia 30.

Além de Queiroga, Torres e Mendonça foram oficializados nos cargos Walter Braga Netto (Defesa), Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil), Flávia Arruda (Secretaria de Governo) e Carlos Alberto França (Relações Exteriores).

Em discurso na posse do novo ministro da Justiça e Segurança Pública, Bolsonaro disse que considera “natural” haver mudanças na pasta. Bolsonaro lembrou que Torres é delegado da PF e que o novo ministro tem a “sua própria Polícia Federal” dentro da estrutura da pasta.

“Não é fácil, não, é um ministério complicado, mas é um ministério que tem muita responsabilidade”, destacou.

Fonte: O Sul

Mais notícias - Polí­tica